5 lugares pra garimpar vinil pelo Brasil

Por Brenda Vidal e Ari Leite

É inegável a praticidade que as plataformas de streaming deram pra artistas e ouvintes de música – mas também é fato que os discos de vinil são o jeito mais charmoso de ouvir um bom som. Além da qualidade sonora superior à digital, a cultura do disco estimula presença, mexe com sentidos pra além da audição e nos coloca em contato com outras pessoas, outros lugares, outros sons. Sem falar que esse hábito dá no meio dos algoritmos – quanta coisa a gente só ouve porque um disco nos fisgou em um sebo?

O vinil nunca deixou de estar entre nós e seu momento presente é de curva ascendente. A procura por LPs aumentou em 108% na América do Norte durante o ano passado. A comparação, trazida pelo site Uol, foi feita utilizando como base o mesmo período do ano em 2020. O disco em vinil revolucionou a indústria da música e a cultura – e teve influência direta no movimento Hip Hop.

O nome do movimento foi cunhado em 1973 durante uma festa do Bronx onde os vinis manipulados pelos DJs eram os grandes protagonistas. Isso porque foi através da sua extensa coleção de discos que Kool Herc desempenhou a técnica que daria sequência a criação dos outros pilares do movimento: ao trabalhar com dois discos iguais, ele conseguia prolongar a música e fazer com que as pessoas dançassem por mais tempo. Com essa ideia, ele também conseguiu incluir breaks no som, considerado o momento onde as reações das plateias se mostravam ainda mais intensas.

A partir disso, um Mestre de Cerimônia passou a rimar por cima da batida e a dança foi incorporada através do que conhecemos hoje como Breaking. A arte visual não ficou de fora e o Graffiti veio para ser mais um dos pilares. O Dia do Disco, comemorado hoje, 20 de abril, também fala sobre a nossa história. E pra comemorar a data, nada melhor do que indicações de onde garimpar os próximos achados da sua própria coleção. Separamos 5 lojas de vinis, uma pra cada região do Brasil, que você precisa conhecer. Confira:

Galeria Nova Barão – São Paulo, SP
R. Nova Barão, 35, República

É ali na República, centro da cidade mais populosa do Brasil, que é possível encontrar a famosa Galeria Nova Barão, considerada por muitos o melhor local para garimpar discos em toda a SP. A realidade é que ela, criada em 1960, concentra a maior quantidade de vinis da cidade. Logo, espere muita variedade, tanto nos estilos musicais quanto nos preços. É possível encontrar tanto clássicos quanto discos mais recentes – no entanto, o foco são as raridades que, a depender do caso, podem fazer com que o LP custe até R$3.000,00. A galeria é a céu aberto, possui dois andares e conta com mais de 14 lojas garimpáveis.

Bazar Som Três – Salvador, BA
São Bento Centro R. do Paraíso, 34 – Bloco A Loja 4

Muitas vezes são nas lojinhas menores que os melhores garimpos acontecem! Pra quem reside em Salvador, mais especificamente no bairro de Nazaré, ou está de passagem por lá, pode encontrar o Bazar Som Três, uma loja singela, mas com um acervo de dar inveja e que contempla os mais variados estilos: Axé Music, Soul, Bossa Nova, Jazz e mais. Pros colecionadores de vinis raros, o local pra vasculhar é lá mesmo. Ah, dá pra botar os LPs pra girar lá mesmo.

Discos ao Léo  – Belém, PA
Travessa Campos Sales, 628, porão

Acreditamos que o lugar merece uma passada só pelo trocadilho que dá nome ao espaço. Mas, calma, o Discos ao Léo entrega mais do que isso. Aberto desde 2014, a loja criada por Léo Bitar também é um selo independente que trabalha justamente com lançamentos em vinil, além de receber pocket shows, mas, desde a pandemia, as visitas lá acontecem com hora marcada. No acervo, medalhões da música brasileira e internacional: Miles Davis, Gilberto Gil, Marcos Valle, Peter Tosh e Elza Soares, entre outros.

Toca do Disco – Porto Alegre, RS
Rua Garibaldi, 1043

A Toca do Disco existe há mais de 30 anos no mesmo endereço, se firmando enquanto um espaço tradicional quando o assunto é cultura do vinil na cidade. O Rogério Cazzetta, dono da Toca, é xodó do público, marcou presença enquanto agente cultural na cena do rock gaúcho e emana lifestyle rockeiro. Mas também há espaço para títulos para além de rock: Blues, MPB, Soul, Reggae, Folk, Country e Jazz são contemplados pelo acervo local, viu?

Dom Pedro Discos – Brasília, DF
SCLN 412 – Bloco C – Loja 60 – Asa Norte

Se sua paixão é colecionar, talvez esse seja um match perfeito. O Dom Pedro Discos é uma loja tanto de discos quanto de outros objetos; vende e também compra, tem coisa antiga & coisa nova – ou seja, o típico lugar pra sair com garimpos, achados, boas referências e ótimas histórias. Entre os gêneros em vinil, você encontra música latina, samba, choro, jazz, folk, blues e música brasileira, claro. Por aqui, já estamos pirando na quantidade de samples incríveis que podem sair dos discos de lá!

Compartilhe nas suas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Somos veículo de revolução